segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Violet Sedan Chair

Violet Sedan Chair - Seven Suns (1971? / 2009?)

USA
Psychedelic Rock
Rock + 60's Psychedelia + early Pink Floyd + Pop
Richard Lather (vocals, tambourine, crotales), Roscoe Joyce (percussion, harp, saxophone, vocals on "Seven Suns (Setting)"), Davey Plunkett (organ, electric piano, mellotron), Joe Priest (bass, hammer dulcimer) & Mick Michaels (drums, prepared piano) + ?!?!? (guitar)

This album was recorded by a fictional band created by TV serie Fringe producer JJ Abrams.

Gently "soundforged" by Edson D'Aquino (Gravetos & Berlotas) - thank you, dude!!

Essa postagem vale umas palavrinhas...
Achei esse disco em um algum blog que não lembro qual foi.
Tudo indicava que fosse um álbum de uma das várias bandas obscuras de rock psicodélico (e/ou de garagem) da virada dos anos 60 para os 70.
Baixei meio que por acaso e com ele veio a foto do personagem da série de TV Fringe (Dr. Walter Bishop, personagem vivida pelo ator John Noble) segurando o disco.
Fui procurar pela rede qual era a conexão e descobri coisas do arco da velha, tipo teoria de conspiração... Ao que pude verificar, parece que JJ Abrams, criador desta série (e da já clássica Lost), inventou a banda Violet Sedan Chair, cujo tecladista apareceu em um episódio (vivido por Christopher Lloyd) em que Bishop se declarava fã da banda.
O lance é que o maluco (Abrams) não parou por aí, pois deve ter arregimentado alguns músicos e preparou o “produto”, ou seja, produziu e gravou o disco da banda, pegou algumas cópias e distribuiu, de alguma forma bem obscura, em algumas lojas especializadas em LPs (raridade...) nos Estados Unidos.
A partir daí, a coisa virou quase que uma lenda urbana, com pessoas fazendo as mais diversas conexões, até que o assunto foi parar em fóruns, blogs e sites referentes à série Fringe.
O disco, que tem de tudo para nos levar a acreditar que foi produzido em 1971, na verdade foi lançado em 2009. Não há qualquer tipo de informação sobre os músicos envolvidos, nem sobre compositores, onde foi gravado, etc. Por exemplo: na capa há o nome dos músicos e o que eles tocam, porém não há relacionado nenhum guitarrista, mas, mesmo assim, não há qualquer referência a estes músicos na rede. Tudo isso ainda permanece um mistério – pelo menos pra mim, depois de tantas pesquisas, conforme se pode ver em alguns links que selecionei (abaixo).
O que interessa, a música, surpreende ainda mais depois que sabemos toda essa história, porque é totalmente excelente! Uma mistura de rock de garagem e psicodelia típicas da época (final dos 60 e começo dos 70), com um toque de rock alternativo, meio que se misturássemos o Pink Floyd dos primeiros discos com o Kula Shaker, qualquer coisa nesse sentido.
O “nível de embuste” é tão alto que algumas músicas até têm estalos e chiados – falsos e desnecessários, diga-se de passagem –, que meu grande amigo Edson D’Aquino, El Presidente De Los Gravetos & Berlotas, fez o favor de remover através do Soundforge; é esta versão que estou disponibilizando aqui.
Se alguém tiver mais alguma informação, por favor, faça as honras: a caixa de comentários seve pra isso.
Divirtam-se!

P.S.: eu nunca vi um episódio inteiro dessa série... Quem sabe um dia?...

Related Links:
Wikipedia
Fringe Television
Fringe Television
SwanFungus
Fringe Matters
Wired
Fringe Bloggers
Fringe Bloggers
Discogs
Link nos comentários / Link on comments

11 comentários:

Edson d'Aquino disse...

Faaaaaaaaaaaaaaaaaala, broDim!!!
Cara, ao contrário de vc, não perco um episódio sequer pois a Primeira-Dama o baixa já no dia seguinte ao de sua exibição nos Shitates. Além de ter um argumento interessante (quase tão sedutor quanto o saudoso X Files), o elenco -a deliciosa (e que voooz!) Anna Torv, o subestimado Joshua Jackson e o fantáááááástico John Noble- é muito bom.
Quanto ao disco, é do caraaaaalho, viciante! Foi um prazer fazer essa 'restauração'.
[]ões

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Diiiiiiiiiiiga, bRodão!
Véi, mais uma vez te agradeço, ficou muito bom mesmo - totalmente excelente!!
Eu bem que gostaria de ter tempo e paciência pra assistir umas dessas séries, Fringe entre tantas, mas infelizmente... Bem, pelo menos consigo guardar um tempinho pra assistir The Big Bang Theory - Bazinga!! - pra recarregar a pilha do humor.
E o som do VSC realmente é viciante, todas as faixas são muito boas.
Aquele abraço!

Edson d'Aquino disse...

Caraaaaaca, só nóis nessa fita??? Ou seria LP???
Acho que tá todo mundo de férias, hehehe.
Vou acabar tirando umas mesmo, kkkk.
[]ões

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

PoiZé, bRodão, eu te falei que esperar retorno (comentários) aqui seria complicado... Mas, também, né, que se foda, se eu fosse ligar pra isso, a essa altura do campeonato, o blog já estaria fechado.
Bem, as férias você bem que merece (bastante!), no mínimo uns 2 meses! rsrsrs
Aquele abraço!

Anônimo disse...

Cara, será q tem como vc upar o cd em outro servidor por favor? Queria muito baixar mas o link não está abrindo! E quanto a Fringe, é uma série simplesmente IN-CRÍ-VEL!!! A cada episódio explode mais os meus miolos com as teorias!!! :D

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

E aí, Sr. Anônimo, beleza?
Valeu pela visita e pelo aviso!
Ja subi um link novo, tá no comentário abaixo.
Um abraço!

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Violet Sedan Chair - Seven Suns
http://www.mirrorcreator.com/files/JF6TV4PL/VSC-SS-PZ.rar_links

Anônimo disse...

Valeu!!! Baixei as músicas e são ótimas!!! Mas tbm, se tem o dedo do JJ tinha que sair coisa boa né???

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

E aí, Sr. Anônimo, beleza?
Eu não diria tanto, afinal a mistura de 'Godzilla' + 'A Bruxa de Blair' + 'AGuerra dso Mundos' feita em 'Cloverleaf' foi, para mim, uma bosta sem tamanho. E nem vou comentar o final do Lost... rsrsrsrsrsrs
Valeu!

Luciano Pires disse...

Sensacional, assim que vi o disco sendo citado fui atrás, achando mesmo ser fictício, mas sabia que ia ter registro...muito bom, mas afinal, Doctor Brown é o tecladista, pô, ele foi pro passado e pegou muitas influências,kkk. Eu tenho até um cartão de visitas da Massive Dynamic que fiz pra mim...enfim, Fringe é sensacional, pois se baseia em vários conceitos científicos comprovados, apenas exarcebando estratosfericamente à ponto de ser fantasioso, ams não menos crível...bem, obrigado pelo upload

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Luciano, seja bem-vindo!
Essas informações não poderiam ser reveladas, mas é verdade, Dr. Brown está por trás de tudo isso, inclusiver Marty McFly é o verdadeiro guitarrista da banda, mas para não haver problemas no espaço/tempo o nome dele foi devidamente omitido na capa do disco... rsrsrsrsrsrsrrsrsrsrs
Mas o que mais interessa aqui, na verdade, é o som, e esse é muito bom, surpreendente até.
Valeu!!