terça-feira, 29 de março de 2016

The Casualties Of Jazz

The Casualties Of Jazz - Kind Of Black (A Salute To Black Sabbath) (2004)

EUA
Jazz + Rock
Matt Rohde (órgão Hammond B3), Chris Golden (contrabaixo) e Jimmy Paxson Jr. (bateria)

Essa é uma ideia que pode até parecer bizarra, mas o resultado certamente é totalmente surpreendentemente excelente. Misturar jazz e Black Sabbath? Decerto há alguns anos atrás muitos achariam até uma blasfêmia, tanto os puristas do jazz quanto os fãs do Sabbath, do rock e do metal em geral, fazer esse tipo de coisa. Ainda bem que vivemos em outros tempos e tem bons loucos pelo mundo que não têm medo de se aventurar ou de se livrar de preconceitos de forma irreverente e divertida.
Os três loucos desse caso formam o The Casualties of Jazz e todos eles são músicos respeitadíssimos, que gravam e fazem tours com vários artistas renomados. Paxson Jr. e Golden, por exemplo, tocaram com Rod Stewart no álbum “Great American Songbook Vol. II”.
Jimmy tocava com Ronnie Montrose, em 1998, quando Brian Crumrine (baterista da banda que abria para Montrose) disse que ele deveria conhecer seu amigo Chris Golden, excelente baixista; quando os dois se conheceram, foram fazer um som e, então, Chris sugeriu que chamassem Matt Rohde, com quem já tocava, para se unir a eles. O trio se formou e logo em seguida conseguiram residência num bar em Burbank, CA, onde tocaram por dois anos em todas as segundas-feiras, até que resolveram deixar esse projeto suspenso por algum tempo, enquanto continuavam a participar, cada uma ao seu modo, de sessões de gravação e shows diversos.
Foi justamente nas sessões de gravação do tal álbum do Rod Stewart que o engenheiro de gravação, J. J. Blair, num momento “sweet leaf” de descontração, sugeriu que eles fizessem seu próprio tributo, mas dessa vez ao Black Sabbath. Surgiu então esse disco que estou postando, “Kind Of Black”, idealizado, produzido, gravado e mixado por Blair. Infelizmente, esse foi o único álbum que o trio lançou.
Se você ainda não conhece, surpreenda-se com esse disco totalmente excelente, onde a diversão é 100% garantida.

P.S.: para aqueles que curtem uma boa piada interna, esse disco foi gravado, mixado e lançado pelo estúdio Fox Force Five, que é o nome daquele grupo de mulheres agentes especiais, no qual a personagem de Uma Thurman em Pulp Fiction teria participado e gravado o piloto de uma série (que não deu certo).



  Link nos comentários / Link on comments

6 comentários:

Marcello 'Maddy Lee' disse...


The Casualties Of Jazz - Kind Of Black (A Salute To Black Sabbath) (2004)

https://mega.nz/#!S1thBDAZ!Vj_OcnHF1y_TZ73m9bc8ZlFKdf_sUtTEqz2MVfR_tQw

Javanes disse...

Meu, que obra de arte este som! Cara, adorei as versões Jazz, principalmente da faixa Black Sabbath. Realmente uma releitura que surpreende!

Valeu cara.

Estou tentando baixar os reposts, mas vai demorar. Só coisa boa.

Um grande abraço

Marcello 'Maddy Lee' disse...

Falaê, Brother Javs!!
Esse disco é bonzão, mizifi!! Sou muito amarradão na Faeries Wear Boots, ficou fantástica, mas o mesmo pode ser dito para todas as faixas.

Mande ver nos re-ups! Depois me diga se achou algo que te agradou, ok?
Abs!!!

Eduardo Cambui Jr. disse...

E aí, Carmelito!

Rapaz... essas saladas que vez por outra uns doidos fazem realmente ficam interessantes. Inclusive, me fez lembrar de dois discos: um é o Beatallica, que é uma banda que regravou músicas dos Beatles, mas com uma pegada de Metallica. Eles até que tem alguma fama, principalmente por seu disco "Gray Album" (que é a mistura do album branco dos Beatles, com o álbum preto do Metallica, que foi uma sacada genial).

Outro disco é o da banda Swingle Singers, que é um grupo vocal fantástico (e antigo... estão na estrada desde os anos 60). No disco "Ticket to ride - a Beatles tribute", os caras regravaram várias músicas apenas usando a voz como instrumento. Se você ainda não conhece, procure que são bem legais. Mas acho difícil você ainda não conhecer estes, afinal, você conhece bem mais de bandas obscuras do que eu!!

Vou baixar esse e escutar com atenção...

Falou, meu velho!

Edson d'Aquino disse...

Faaaaaaaaala!!!
Cara, só de ouvir N.I.B., já salivei. Baixando djá!
[]ões

Marcello 'Maddy Lee' disse...

Grande Edu!!!
Bom te ver aqui, meu irmão!
Cara, conheço o Beatallica, acho engraçado pra caralho o que eles fazem, algumas músicas ficam realmente fantásticas; sem contar que adoro trocadalhos do carilho (rsrs), e o que eles fazem com os títulos das músicas e dos álbuns (Abbey Load é sensacional!!! rsrs) e de chorar de rir.
Também conheço o Swingle Singers, mas confesso que não sou muito chegado à música "a cappella", mesmo sabendo que tem muita gente surpreendente fazendo música incrível desta maneira.
Nessa onda de versões e tudo o mais, eu também me amarro nos tributos do The String Quartet, a próxima postagem vai ser com um disco deles.

Diiiiiiiiiiiiiga!!!
Esse aí periga ficar em loop, até pra você brincar com suas meninas em cima dessas versões. Diversão garantida!! rsrs

Abraços, amigos, abraços!
Valeu!