quinta-feira, 28 de abril de 2016

Moonshadow


Uma jornada através da loucura, a transição entre as doces fantasias infantis e o duro realismo da maturidade, a construção do caráter e da personalidade, a desconstrução dos heróis do passado e a escolha de se viver em seu mundo próprio, criado a partir de seus mais fantásticos delírios, desejos, sonhos e de suas múltiplas experiências. Seja bem vindo ao mundo de Moonshadow!
Esta graphic novel, classificada como “um conto de fadas para adultos”, é um dos marcos deste tipo de literatura. Criada e escrita por J. M. DeMatteis e ilustrada maravilhosamente por Jon J. Muth e Keith Williams, mais a colaboração de George Pratt, foi lançada pela Vertigo nos anos 80 e conta a história de Moonshadow, filho de uma hippie delirante com uma esfera brilhante alienígena, através do tempo e do espaço sideral, numa louca aventura em busca da maturidade e da felicidade, até o momento do seu, enfim, despertar.
A história é contada de uma forma satírica, extremamente refinada; é lírica e absurdamente divertida; é, também, cheia de referências, sejam elas literárias, musicais, filosóficas, religiosas e/ou muitas mais. Como exemplo:
. Moonshadow, nome da personagem principal, foi tirado da música de mesmo nome, um clássico de Cat Stevens;
. o gato de Moonshadow se chama Frodo, o bravo hobbit protagonista de O Senhor Dos Anéis;
. os G’L Doses (um dos quais é o pai de Moonshadow), são seres alienígenas misteriosos e caprichosos, em forma de um rosto esférico brilhante; são vistos em vários mundos, sendo considerado deuses, distribuindo benesses e destruição em generosas doses;
Além disso, há a personagem inesquecível, o mal-humorado, egoísta e viciado em sexo, Ira, um humanoide coberto de pelos, com rabo de pompom branco e seus indefectíveis charuto e chapéu coco – sem dúvida uma das melhores coisas dessa graphic novel.
Bem, em vez de contar e discorrer sobre todas as virtudes e importância dessa obra, um verdadeiro clássico moderno, e gastar todos os meus substantivos, adjetivos, elogios, superlativos e babações em geral, deixo para vocês terem suas próprias avaliações; é só pegar o link na caixa de comentários, baixar e se divertir. E só pra constar: comentários continuam a ser muitíssimos bem vindos!!!

Resenha de Rodrigo Emanoel Fernandes no site Universo HQ
Resenha de Matthew David Surridge no site Black Gate
Wikipedia 

Links nos comentários / Links on comments

9 comentários:

Marcello 'Maddy Lee' disse...


Moonshadow
12 fascículos em .cbr

https://mega.nz/#!241EwZDa!_7keLlIYaav6uTBkTtCd59m3kHKRnazEDDZQq8wieiQ

Edson d'Aquino disse...

Faaaaaaaaala!!!
'Moonshadow' é um clássico! Tenho os originais ainda. Mas acho que vou colocar á venda.
[]ões

Marcello 'Maddy Lee' disse...

Faaaaaaaaaaaaaaala!
Eu tenho a versão encadernada, porque, na época em que era lançada mensalmente, acabei não conseguindo comprar uns 3 ou 4 fascículos. A versão completa, se estiver em bom estado, deve valer uma graninha maneira. Mas é uma pena se desfazer de uma obra tão bacana, com uma arte tão sensacional - e, poutz, nem ocupa muito espaço na estante... rsrsrsrsrs
Abração, bRodão!!!!

Edson d'Aquino disse...

Pois é, dá pena, mas deixar de enfeite de sala também não é legal. A coleção tá em torno de 150/180 dilmas. Já dá pra comprar encordoamento pras minhas meninas.
[]ões, broDim!

Marcello 'Maddy Lee' disse...

É isso, então, mizifio! Baixe a versão digital (que não ocupa espaço mesmo...) e mande ver nos encordoamentos, que vai te dar muito mais prazer do que ter uma revista (provavelmente já lida e relida várias vezes - rsrs) encostada na estante. Como diria o Seu Peru, "dou o maiorrrr apoio"! rsrsrsrsrs
Por esse preço, até pensei em vender a minha... rsrsrsrsrs Mas eu tenho a versão encadernada, deve valer bem menos.
Abração, meu irmão!!
Valeu!

Eduardo Cambui Jr. disse...

E aí, Marcelo "Carmelito"!!!

Rapaz... esse livro em quadrinhos é o que há!!! Quando saiu, acabei perdendo os fascículos também, mas depois tive a sorte de comprar a versão encadernada que eu tenho até hoje, que já perdi a conta de quantas vezes foi lida e relida. Sem dúvida, é parte integrante da minha formação. Vou baixar já!

FaloU!!!

PS: Aquele filme que você me indicou (I Origins) é muito louco! Principalmente o finalzinho extra, que aparece depois dos créditos.

Marcello 'Maddy Lee' disse...

Graaaaaande Edu!!!
Sempre bom te ver por aqui, caro amigo.
Pra postar, acabei relendo, mas dessa vez a versão digital (pra ver se não estava faltando nada) e, claro, foi um tremendo prazer, como sempre.

De pirar o "I Origins", não? Me amarro nesses filmes que normalmente não são nada daquilo que a gente pensa que deveria ou poderia ser, sempre gratas surpresas.
Qualquer hora te passo uma listinha de uns filmes bacanas, espero poder te indicar alguma novidade.

Abração!!!

Márcia Tunes disse...

Marcello meu grande, kd vc que sumiu??? Kd o lance?

Marcello 'Maddy Lee' disse...

E aí, queridona, quanto tempo!!
PoiZé, acabei me enrolando, e, com toda a sinceridade, me esqueci completamente do nosso "projeto".
Vou dar uma olhada e entrarei em contato, OK?
Mil desculpas.
Beijaço!!